Como é que estão as nossas plantas?

Com a chegada da primavera, a atividade dos nossos produtores de batata entra em ebulição!

Agro_DSC_0758

Os nossos agricultores encomendam os pés de batata no início do ano aquando da assinatura dos contratos para as colheitas futuras. Nesse momento, o planeamento das várias culturas da exploração agrícola é estabelecido de forma definitiva.

A partir do início do mês de março, os pés de batata começam a ser entregues e este período de fornecimento estende-se por 7 a 8 semanas. O mais importante é que o pé seja corretamente estimulado no momento em que é plantado. Um pé “estimulado” é um pé onde começam a aparecer os primeiros rebentos. Para isso, o pé deve de ser armazenado numa área ventilada, sem resíduos de agentes antigerminação e sob luz intensa. Em função das infraestruturas da exploração e das quantidades a receber, o agricultor decide o período ideal da entrega.

Ao mesmo tempo, se as condições meteorológicas o permitirem, o agricultor pode antecipar alguns trabalhos antes da plantação, como a destruição da cobertura interculturas e a aplicação de fertilizantes básicos (potássio e fósforo). O nitrogénio será aplicado pouco antes da plantação no momento do trabalho do solo de forma a limitar a perda devido à volatilização do amoníaco, sobretudo quando é pulverizado sob a forma de solução nitrogenada.

A cultura da batata exige equipamento agrícola bastante pesado. Antes da plantação, o solo deve ser trabalhado e amolecido em profundidade de forma progressiva para que seja aquecido à medida que o cultivo progride. Isto requer potência motriz e várias passagens com ferramentas diferentes: arados, charruas ou descompactadores, grades rotativas ou cultivadoras. Estes vários trabalhos são, geralmente, executados pelo próprio agricultor. A plantação e o alporque são feitos numa única passagem. Para esta etapa, nem todos os produtores possuem o seu próprio plantador, tendo de recorrer a um prestador de serviços externo.